Não estou sabendo lidar com o filme "O doador de Memórias"


Acabei de assistir a um filme e não consigo dormir (são exatamente 00h51).
Nem foi um super filme, daqueles que ganham todos os Oscars e que tenha batido records de audiência nas salas de cinema do mundo.
Não.
Tecnicamente é só um filme normal como todos os outros. Talvez menos até. A pessoa com quem assisti disse enquanto os créditos passavam: "Não gostei do filme".

Entendo quem sinta falta de mais ação, de mais romance, de mais emoção. Mas quem já assistiu "Amour" vai me entender.

Antes de começar a escrever, procurei informações sobre o filme e acabei encontrando uma crítica muito boa que dizia:
"Ele (o filme) é monótono demais para os padrões hollywoodianos, mas adolescente demais para o cinema de arte." Crítica de Bruno Carmelo

Mas vamos lá. Essa é uma adaptação literária e agora eu preciso ler o livro, pois sinto que vou saber lidar menos ainda e, se você ainda não entendeu, essa é a minha forma de dizer que achei algo incrível!

A história é basicamente essa: uma comunidade "evoluída", que não tem emoções, não tem memórias, não tem conhecimento de nada além do que os "Anciãos" querem que eles saibam. O mais engraçado é que nem os tais Anciãos sabem que existe mais do que aquela caixinha em que vivem. Achou isso um pouco familiar? Espera só pra saber o resto da história.

Existe uma pessoa, entre milhares, que sabe, que sente, que pensa, que lembra. Apenas uma. E um jovem é apontado como o sucessor dele e é encaminhado para ter aulas e receber essas memórias. O que ele não sabe é que não vai apenas saber das memórias, mas vai tê-las e senti-las como se fossem suas próprias memórias. Aí, meu amigo, já era!

Me lembrei na hora do filme "Asas do Desejo" (clique para entender! Se você não sabe do que estou falando, esse foi um filme de 1988 que inspirou "Cidade dos Anjos"). E não lembrei apenas pelas partes preto&branco de ambos os filmes, mas pela maravilha que revelam sobre "ser humano".

O tempo todo nós sentimos, pensamos, vemos, ouvimos, cantamos, dançamos, rimos, choramos e nem sequer imaginamos como seria se as coisas fossem mais simples e "seguras" para nós enquanto sociedade.

Não quero escrever algo muito "viajado" aqui, já que o sentido de eu estar escrevendo isso é o de compartilhar uma leve mudança de visão de vida com vocês.
O que eu quero dizer é que somos seres abençoados, ricos em complexidade e capacidade. Só que nunca pensamos nisso. Na verdade, emburrecemos cada vez mais quando não pensamos nisso.

Nós somos universos particulares e singulares, que juntos podem ser melhores ou piores. Mas vejam só qual opção escolhemos sempre...

Queria dizer mais. Tenho tanto a dizer! Mas não posso dar spoiler, então vou parando por aqui. Espero que assistam, mas assistam com calma, com alma.
Depois me contem.
Um beijo!

10 comentários

  1. Eu já tinha assistido, é como o post falou, não é um mega filme, mas de certa forma é bastante interessante. Eu gostei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente como um personagem do filme "Amour" diz: "As vezes nem me lembro do filme, mas sim da sensação dele". É a mensagem e o sentimento que fica <3

      Excluir
  2. Eu detestei esse filme. Eu não sei se foi por excesso de expectativas que eu criei, porque a história parecia incrível quando li a sinopse. Eu pensei diferente de você, acho que o protagonismo ficou tanto na paixonite dos dois que ficou chato. Queria mais história e menos romance. Ou quem sabe se eles não fossem adolescentes chatos de sempre. É uma pena.
    Beijoos

    http://www.pudimengorda.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A expectativa é uma maldição mesmo!
      Eu já assisti sem nenhuma e me surpreendi!

      Excluir
  3. Eu amei esse filme! Achei criativo e ao mesmo tempo que é futurístico, também é misterioso. Me lembrou um pouco de Divergente e Jogos Vorazes... aquela ditadura e manipulação das autoridades. Goxtei muito!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não assisti Jogos Vorazes, mas todo mundo diz que parece o enredo! Fiquei curiosa pra assistir!
      Beijos

      Excluir
  4. Acabei de conhecer seu blog. Gostei logo de cara. Li e gostei mais ainda. Parabéns pelo seu trabalho!

    ResponderExcluir