Sobre a dor de quem carrega pesos


Há algum tempo eu ando carregando muitos pesos nas costas, alguns desnecessários, outros que eu realmente tive e tenho que carregar por mais alguns quilômetros da vida.
Parece apenas uma metáfora, mas não é isso que somos? Corpo, alma e espírito? Se algum deles adoece, nós sentimos isso de forma generalizada.

Bom, foi por isso que a vida se encarregou de me dar uma lição: estou com a coluna e a musculatura das costas travadas e com os nervos inflamados. O médico me disse que quando isso acontece é porque nosso corpo arrumou uma maneira de se defender e te trava para você parar. Simplesmente isso, parar.

Ele me disse que terei que ficar, no mínimo, uma semana parada, quieta, sem carregar um mero copo d'água. Eu disse: "Mas doutor! Isso é muito complicado, eu tenho que trabalhar e fazer muitas coisas!"
Então o senhor de jaleco branco riu suavemente de mim e falou: "Quem está te mandando repousar, minha filha?" Respondi com um certo tom de questionamento: "Meu médico!?"
Ele, enfim, me disse: "Não, é o seu próprio corpo! Você chegou ao seu limite é melhor obedecê--lo".

Nesses dias de peso, meu pai me contou que eu tinha uns quatro anos quando cheguei perto dele e disse: "Papai, você precisa dormir!". Ele, sem entender o porquê de eu ter dito isso sem motivos aparentes, me perguntou o que eu quis dizer com isso. Eu respondi pegando uma bíblia, abrindo e colocando o dedinho no meio do Salmo 37, que fala basicamente sobre descansar e confiar em Deus fazendo o bem, sendo justo, não tenho inveja e sendo íntegro.

E foi assim que eu percebi que a gente seria muito mais feliz se parasse de ouvir qualquer conselho e ouvisse as pessoas certas. Além do meu pai, pela segunda vez na vida um médico teve que jogar direto na minha cara o que meu próprio corpo sussurrou durante meses e meses para mim mesma e eu ignorei.

Vamos parar mais e soltar os pesos desnecessários pelo caminho. Peso demais te atrasa e te machuca. Vai por mim.

4 comentários

  1. UAU, tenho passado por algo semelhante.

    Ando cheia de dores também. Primeiro lesão no pulso. agora dores intermináveis nos músculos e articulações das costas. Fui na emergência e o médico me disse: "com a rotina que você tem você [sou designer e estudante ainda] tem tudo para ficar com inflamações" . Pena ela não ter tão atencioso como o seu médico. Hoje vou à uma consulta com ortopedista para ver se resolve algo.
    Com a correria que a nossa vida é atualmente, a gente só pára quando o corpo manda.. E se não parar por bem, ele dá um jeitinho. Estou criando coragem para deixar os pesos desnecessários também. Espero que consiga!

    Melhoras Let!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso que vc disse, se não parar por bem, a gente para por mal. Mas no final tudo fica bem. Eu precisava muito disso. Hoje vi a chuva pela janela e chorei de felicidade, acredita? HAHA

      Beijos!

      Excluir
  2. Infelizmente cada dia a gente carrega mais e mais pesos. Nos últimos dias passei por uma situação parecida, e o jeito é tentar ir se libertando desses pesos para o corpo voltar ao normal.
    Melhoras nas coisas por aí! Beijão!

    ResponderExcluir
  3. Poxa ! Era o texto que eu precisava ler ! Você escreve muito bem Sally. <3

    ResponderExcluir