Vista-me


E cá estamos nós em mais uma dessas épocas de chuva.
Quase me esqueci do barulho que as gotas grossas fazem enquanto caem naquela lataria que fica embaixo da janela do quarto. Eu sempre penso nesse barulho como algo chato e insistente, que me desconcentra de tudo que eu tento fazer. Mas hoje, aqui nesse quarto, onde entram apenas os últimos resquícios de luz natural, eu percebo que gosto disso. Faz me sentir em casa.
É nesse cenário que vivemos nossos momentos mais simples. A cama desarrumada, a cortina tremulando com o vento gelado que vem das frestas da janela, essa mesma com a lataria embaixo. O espelho, que ocupa um terço da parede, reflete uma luz tão suave, tão gostosa, que quase me perco no tempo.
E por falar em tempo, quando está perto da hora em que você vai entrar por essa porta, eu me sinto com quinze anos novamente, como naquele dia em que conheci esses olhos tão pequenos e esse sorriso tão largo. Quase consigo ouvir meu coração. A cada barulho que o ponteiro dos segundos faz no relógio, meu coração faz milhares dentro de mim. Pelo menos é essa a sensação que eu tenho quando ouço o barulho das chaves.
E é aí que você chega, todo encharcado, reclamando que se esqueceu do guarda-chuva. Resmunga tanto e eu só consigo sorrir aquele meu sorriso de lado, bem discreto para não te irritar mais. E penso no quanto você é chato, insistente, e no quanto me desconcentra de tudo. De tudo mesmo, até do tal barulho da chuva na lataria.
Eu te falo para se livrar da roupa molhada. Você me pede um chá quente, toma um banho e pega um moletom no armário. Depois sempre reclama que eu não tenho o costume de passar as roupas assim que as tiro do varal. E é aí que eu te levo seu chá e você para por um segundo, percebe que coloquei pra tocar aquela música que a gente sempre ouve quando está chovendo, me chama de brega e faz de mim seu moletom amarrotado e me veste até que eu me desamasse no seu corpo.

Um comentário

  1. Já comentei no insta o quanto estou apaixonada por esse moletom? *-*
    Adorei o texto, Sally, você escreve muito bem!

    Beijos ;*

    ResponderExcluir