Namoro à distância: quando dá em casamento!


"Conheci o amor da minha vida quando tinha 14 anos e morava com minha família em uma aldeia na África. A pessoinha querida também morava no mesmo país, porém em uma vila ao sul.
Por falta de escola na nossa aldeia e vizinhança, fui até esta vila mais ao sul em busca de uma escola fundada por brasileiros, seus pais. Foi aí que nos conhecemos. Adolescentes. Ele se apaixonou e eu, mais novinha preocupada em conhecer aquele lugar diferente e ansiosa com os estudos, nem dei a ele lugar no meu coração.

Convivemos como amigos por mais ou menos 2 anos ali, pois minha família regressaria ao Brasil por um tempo. Foram 5 anos distantes. Comunicação somente pela internet e ainda como amigos. Claro, ele nunca perdia a oportunidade de relembrar da sua paixão. E aquilo pouco a pouco foi crescendo no meu coração. Já não nos falávamos mais, mas pensava nele agora de forma diferente.

Quando eu tinha 19 anos, ele me escreveu via Facebook depois de muito tempo. Agora transbordando de saudade e de amor. Eu disse que o tempo já havia passado e não nos conhecíamos mais. Nós mudamos e eu ficava insegura de começarmos algo assim, distantes, e ele já não morava mais na África.
Foi aí que ele veio lá da Patagônia.  Veio até mim no Brasil e após algumas semanas começamos a namorar. E alguns dias depois nos despedimos. Agora começava um namoro a distância: ele no Rio Grande do Sul e eu no Distrito Federal. No ano seguinte: ele no Pará e eu ainda em Brasília.

Foram dois anos assim, conversando por celular todos os dias (21 centavos a chamada, ufa!), Facebook, sms e as vezes Skype.
Aiai! Que sacrifício era falar em dias de TPM, no ônibus apertado, na parada de ônibus chuvosa, em eventos com tanto barulho, entre as provas da faculdade. Que difícil ser compreendido e compreender as circunstâncias de cada um sem estar presente no contexto do outro. E com algumas viagens curtas, outras mais prolongadas a gente matava a saudade, se entendia e colocava os pingos nos “is”.

Numa destas viagens, surpresa: O Noivado. Agora, noivos, moraríamos na mesma cidade para os preparativos do casamento. Os nossos sonhos aos poucos eram tecidos, às vezes remendados e pronto, enfim casados! Com 21 anos nos casamos e continuamos nos preparando profissionalmente para realizar nosso sonho: retornar àquela vila mais ao sul, onde tudo começou."

História da Agnes e do Tym.

Você também vive uma história de amor à distância? Escreva pra mim, quem sabe sua história é a próxima a ser contada aqui? leticiasally@gmail.com

5 comentários

  1. Que História linda, me deu até esperança rs, já vivi um amor a distância mas não deu certo, mas lendo essa história vi que não era amor de verdade.

    Felicidades ao casal <3

    ResponderExcluir
  2. História linda! Há quem diga que não dá certo, mas acho que isso é muito relativo, depende muito das pessoas envolvidas. Se tratando de amor, nada é impossível.

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
  3. Que história mais linda Sally, fiquei emocionada e imensamente feliz que deu tudo certo pra eles! <3

    =****
    www.omundodelua.com

    ResponderExcluir
  4. Ufa! Que história em , essa história daria um filme.
    Quando é pra ser não tem distancia, tempo, pessoas e nem nada. Quando é pra acontecer acontece.

    http://www.crescernaoetaolegal.com/

    ResponderExcluir