Valentine's Day: Coletânea de contos



Ah, que dia romântico!
Muitos dos meus amigos que namoram, preferem comemorar essa data e não a brasileira (12 de Junho). No meu relacionamento, particularmente, não consideramos o 14 de fevereiro, mas acho um data fofa porque o mundo inteiro comemora. Não posso negar que hoje eu entrei um pouco no clima e postei uma foto no instagram com essa temática e não parei por aí. Decidi reunir meus contos mais românticos em um post especial de Valentine's Day. Leiam quantos puderem. Sou capaz de apostar que vocês irão se identificar com eles. Espero que gostem!

Leve o que não pesaA nuvem e a rua
Você vai saber quando for amor
Amor atrasado
Sem início, sem final
Versos sem rima
Nó(s)
Amor, unhas e cabelos
SilêncioAh, moço!
Perfumes, histórias e fotografias
Só dessa vez você poderia ficar
Adorável livro novo
Deixe sua mensagem após o sinal
A cena mais bela que já vi
Pretérito perfeito
Inevitável
Quem sabe?

Desses contos todos, eu queria dedicar um exclusivamente para o meu amor. Tenho certeza que em meu subconsciente eu estava pensando nele quando escrevi esse. Se chama: "Adorável livro novo".

"Você é meu livro favorito, aquele que mantenho sempre aberto na cabeceira.
Eu te leio antes de dormir. Um capítulo por noite para demorar mais o desenrolar da trama.
É cada palavra doce, até aquelas em itálico que leio sempre imaginando que existe um significado a mais nas entrelinhas.
Você é também esse tal personagem que torna nula a possibilidade de uma leitora não suspirar ao virar suas páginas. És também esse cheirinho constante de livro novo, de vida nova.
Eu não gosto de te emprestar e tenho ciúmes só de ouvir alguém comentando sobre você ou até fazendo um filme baseado em você, se é que me entende.
Na verdade eu te guardei sempre bem pertinho de mim e te carrego para onde for, assim não ficarei entendiada nunca, pois poderei mergulhar no seu mundo e me fechar na nossa bolha em pleno centro da cidade.
Você é drama, é comédia, é clássico e é também o mais novo best seller. É o manuscrito que eu ganhei de presente do próprio autor.
Fico feliz de ver que seu número de páginas é o suficiente para me prender a você durante um bom tempo.
Confesso que espiei a última página antes do tempo, mas sou mais feliz agora por saber que você termina com a palavra "Continua...".

3 comentários

  1. nossa, como você escreve bem *-* adorei esse conto citado no post!

    ResponderExcluir
  2. Você escreve divinamente, adorei todos os contos citados. Como sempre mais um texto lindo! C:

    Beijos,
    Amanda | my-alll.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Vc termina com a palavra "continua". Que raiva desses seus textos bem escrito. <3
    E que sortudo o Cléber!

    ResponderExcluir