Blogosfera: um maravilhoso mundo de mentiras


Não se choque com o título ainda. Ou se choque sim, e mude de ideia até o final dele.

Começo essa postagem dizendo que amo ter um blog. Amo os amigos que fiz através dele. O que aprendi nesse mundo que não existe só aqui, dentro do meu computador, mas extravasa para a "vida real", eu vou levar comigo sempre.
Me lembro bem como tudo isso começou. Foi numa madrugada como essa em que vos escrevo.
Em junho, há quatro anos atrás, eu criava meu blog anônimo com histórias minhas interpretadas por personagens que eu mesma criei.
"Ela, eu" se chamava essa página, e todos os dias eu escrevia e escrevia, recebia comentários de quem estava aqui porque queria, porque gostava, e não porque clicou em um link com uma bela foto que postei no Facebook.
Aqui eu podia ser eu mesma e encontrar pessoas que fossem igualmente autênticas no que escreviam. E foi assim, até eu encontrar um mundo mais "bonitinho" que se emergia na blogosfera.
Ah, era inspirador! Horas e horas lendo posts e mais posts que me vendiam a vida perfeita de quem não era nada e agora tinha tudo. "Eu quero isso também!", pensei em meus inocentes 17 anos.
Mudei o nome do blog, comprei um domínio, deixei tudo como eu sempre queria e passei a ser como todas. Eu queria o que todas queriam, passei a pensar como todas pensavam e me esqueci do principal objetivo de ter criado essa página.
Passei dias e dias comentando em blogs que não gostava, adulando famosos blogueiros e atualizando de 5 em 5 minutos o contador de visitas. Se funcionou? Bom, você está lendo essa postagem agora.
Longe de mim cuspir no prato em que comi. Tive bons tempos de gráficos crescentes em números de visitantes por dia, o que deixa uma blogueira muito feliz, sem sombra de dúvidas.
O grande problema, queridos leitores, é você se tornar alguém que não é e, sem perceber, comprar uma vida perfeita que não existe em lugar algum.
Fico me perguntando se sou só eu que me canso de visitar blog após blog e ler sempre a mesma coisa. "Olha o que comprei!", "Olha só, estou em Paris!", "Olha só, tenho roupas e maquiagens caras!"... tudo isso com a falsa impressão de que você não só pode, mas precisa ter tudo isso também.
Bom, deixa eu contar um segredinho pra vocês. Ninguém precisa disso. E peço sinceras desculpas se algum dia eu fiz algo parecido aqui.
O que eu quero dizer é que ter fama na internet é como ser rico no banco imobiliário. Tudo não passa de um jogo de números, e deixa eu falar algo sobre números pra vocês: vocês são os números.

Se você chegou até aqui concordando comigo, obrigada por não me fazer sentir só nesse pensamento.
Se discorda e pensa que estou desmerecendo o sucesso de alguém, você entendeu errado mas tem todo o direito de discordar. Até porque é exatamente sobre isso que se trata esse texto. Sobre discordar.
Discorde do que você não acha certo, bom ou viável pra você. Não siga um "estilo de vida" porque alguém prega ele como única maneira de ser feliz.
Eles são felizes assim (ou não), mas você pode ser feliz da sua maneira e não precisa de de certas coisas para isso. Seja você mesmo e sonhe seus próprios sonhos.
Pra mim já chega de ostentação. Cansei desse maravilhoso mundo de mentiras e demorei demais para perceber isso.
Fale do que você vive, do que você gosta. E se gosta de roupas e maquiagens caras, isso não é problema nenhum. Apenas faça tudo com integridade e honestidade, e se vier a ganhar dinheiro com isso, ganhe. Ser blogueiro é uma profissão. Mas tenha certeza de que continuará sendo você mesmo e  que não estará destruindo o sonho de outras pessoas vendendo a vida perfeita que, você sabe bem, não existe. Existem apenas vidas, e elas tem tudo para serem felizes. Mas de maneiras distintas.

Por uma blogosfera mais verdadeira. Que eu faça a minha parte e seja a primeira a dar o exemplo. Que vocês sejam leitores deste blog apenas porque gostam. É isso que me faz feliz.

41 comentários

  1. Li e tudo e concordo com tudo! eu venho de uma época (até parece que sou tão velha ahhaa), mas na época que eu criei o meu primeiro blog, era exatamente como você citou, as pessoas visitavam para ler, para comentar, com vontade, verdadeiramente com vontade e era tão gostoso, ver que as pessoas tinham os mesmos problemas que você ahha e ai virou toda essa bagunça de ganhar dinheiro com uma coisa que foi simplesmente como um diário virtual, não acho que é errado ganhar dinheiro, acho que o mundo dos blogs se adaptou com o mundo virtual que estamos vivendo hoje, mas como você disse as pessoas estão sendo o que elas não são, e querendo coisas que não precisam ter. Hoje cada vez que vejo um "me siga de volta" ou um "quero chegar até os 100 likes", me deixa triste, porque virou número mesmo, e não um compartilhamento de ideias e de vidas,eu nunca liguei para números de blogs, de visita ou de comentários ou de visualização, e acho que nunca vou ligar, sei que tem pessoas que visita meu blog porque gosta e é isso que me deixa feliz!

    Leticia, adorei o que você postou e subiu ainda mais no meu conceito! Seja você e todos vão gostar do que verão! :) Belo post e espero que as pessoas pensem e reflitam sobre isso :)

    beijinhos :*
    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Obrigada pelo seu comentário!
      Realmente, essa história de trocar likes me enche o saco!
      Eu sigo ou curto uma página de blog só se eu gostar dele. Quero que com meu blog e minha página também seja assim!

      ps: seu blog é lindo!

      Excluir
  2. Concordo com tudo o que você disse. A partir do momento em que a gente passa a falar sobre coisas em que a gente não gosta verdadeiramente é o momento de parar, pensar e realmente ver se aquilo vai valer a pena um dia.

    Minha opinião: Acho que não.

    Dentro desse mundo de blogs falando sobre os mesmos assuntos, o que se destaca é a honestidade do blogueiro. E foi isso que você me passou com esse texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim é certo que não vale a pena!
      Mas acho que a blogosfera ainda tem jeito. Muita gente quer virar esse jogo e acho que podemos voltar à simplicidade e à honestidade.
      Beijos!

      Excluir
  3. Cresceu tudo em quantidade e diminuiu em qualidade. Você está certa. Comecei a escrever blogs sem essa pretensão toda e, confesso, que perdi um pouco o rumo com essa coisa que virou a blogosfera. Obrigada por trazer isso à tona. Me ajudou a pensar bastante sobre o que tenho passado ou o que pretendo passar com meu blog. Beijão
    Deus te abençoe

    www.lilasesol.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda estou pensando nisso também, colocando no papel o que preciso desvincular do meu blog para voltar a ser eu mesma!
      A gente consegue! :)

      Deus te abençoe também!
      Beijos

      Excluir
  4. Parece até telepatia isso haha! Eu estava falando sobre isso sexta passada com meus irmão e até soltei um: "Vou fazer um post intitulado assim: As falsidades da blogosfera". Porque na boa, essa coisa de só querer seguidores ou um certo número de likes na Page do blog, chega a me dar vergonha alheia.
    E como uma colega minha me disse, a gente lê os textos certos nos momentos certos. Que bom ver que mais gente pensa como eu (=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que fico felizona de ver que mais pessoas pensam como nós!

      Excluir
  5. Blogueira não é profissão! as coisa começaram a desandar na blogsfera justamente por isso. A fulana é "blogueira famosa" ela viaja para paris... lança moda... tem espaço na revista adolescente... escreve livros. Se tornam exemplos para milhares de adolescentes e jovens que querem ser a futura "IT GIRLS".
    O blog hoje em dia virou mas uma pagina consumista do que um lugar para escrever nossas alegrias e frustrações do dia a dia... Eu gostava mais na minha época que eu via garotas simples escrevendo "my dear"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz sentido... muito sentido
      Obrigada por acrescentar sua opinião!

      Excluir
  6. Penso nisso a muito tempo e foi um dos motivos para eu abandonar um pouco a blogsfera. Eu - literalmente - vivia para isso aqui, mas chega uma hora que cansa, né?

    Enfim, acho que (IMAGINO) no futuro vai ter tipo duas categorias de blogs: quem vê como números e quem vê como hobbie.

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não abandone! Acho que a gente pode mudar essa realidade aos poucos :)

      Excluir
  7. Cai por aqui do nada e me lembrei que há uns tempos adorava visitar seu espaço:)

    Sobre o post, tempos atrás eu meio que estava muito incomodada com isso e até cheguei a desabafar no blog tbm (http://www.caoscriativo.com/2013/12/batendo-um-papo-sobre-ostentacao.html) Eu tbm já me perdi muito por ficar me guiando por pessoas que não eram parâmetro de nada.

    sabe, sou um pouco radical, mas acho absurdo dizer que "blogueiro" é um trabalho, sobretudo no que diz respeito a esses blogs que pipocaram ultimamente. É um desrespeito com tanta gente que dá duro o dia inteiro, ou que estuda muito para desenvolver algo pra humanidade. Claro, há de se diferenciar os blogs jornalísticos, mas esse nicho "pessoal" pra mim sempre vai ser um hobbie.

    mas enfim, isso é o que tinha pra acrescentar. No geral, seu texto já é uma reflexão e tanto.

    beijos :)

    ResponderExcluir
  8. Por uma blogosfera mais sadia! Do tempo em que as pessoas eram reais antes de serem virtuais! Belíssimo texto, Srt. Sally!

    ResponderExcluir
  9. Demorei tanto tempo pra cair na real....

    Confesso que cheguei até esse blog com o propósito de comentar sobre o post, deixar o meu link e sair e nunca mais voltar, mas acho que vai ser muito difícil não voltar aqui depois de ler esse post, esse texto se refere exatamente a como tenho levado o meu blog, a cegueira coletiva que leva blogueiros e blogueiras a perder a essência verdadeira do blog por coisas fúteis. Esse texto mudou totalmente a trajetória de meu blog.
    (Não tenho mais nem cara de deixar o link de meu blog aqui)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário me deixou emocionada!
      Fico feliz que tenha entendido e que tenha resolvido ser vc mesmo no seu blog! Assim vc será visitado por quem te curte, por quem se identifica contigo <3

      Excluir
  10. Adorei o texto, criei o blog a um mês e caminhando pelos outros blogs já percebi um padrão de post. Ai quando você vai ler dicas para seu blog ir bem, sempre tem o item lá "- Faça post criativos,fale antes de todo mundo" e eu me pergunto: Como isso é possível se é tudo igual?
    Adorei o texto e confesso que ainda faço certas coisas. Mas sei que é necessário ser você mesmo aqui e algumas pessoas precisam pensar mais sobre isso.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não entendo essas dicas para "o blog ir bem" haha!

      Excluir
  11. pura verdade! concordei mil, nunca tinha vindo aqui, e gostei..

    amei a cor suave do seu cantinho, dá uma paz!

    vou te seguir!

    cabecanasnuvensz.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Uau!! Sábias palavras que acaboi de ler... Você disse tudo!!! Concordo em gênero e grau!!! Tenho o meu blog há mais de 5 anos e não me importo com a quantidade de comentários, de visitantes... O que importa é o eu postei e o que me faz feliz! bjk

    ResponderExcluir
  13. Sou "nova" nessa blogosfera, meu blog tem apenas 1 ano de existência. E sim, já havia notado tudo isso que você falou e acho que fez muito bem em ter dito isso aqui no seu blog. As pessoas hoje em dia só estão pensando em números, quantidades, quanto mais melhor.. e ostentando coisas que no fundo não são essenciais, não são de fato verdadeiras.. Criei meu blog pra compartilhar coisas que eu gosto, que faço no dia a dia, sem me importar se realmente vão parar pra ler isso.. claro que a gente gosta que leiam o que escrevemos e que comentem, mas ficar mendigando números não faz meu tipo! Acho que se a pessoa não gostou do conteúdo do blog, é simples, só não voltar mais e não ficar comentando em blogs alheios só para dizer que comentou, que espera uma retribuição.. Gostei muito do seu blog e desse texto, vim parar aqui de paraquedas e adorei, obrigada pela reflexão que seu texto me proporcionou!!

    Beijos, vou deixar meu link aqui caso você sinta vontade de dar uma olhadinha lá:
    http://diariosdearquiteta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom ter retorno do que a gente posta sim! Números crescentes de visitantes deixam a gente empolgada. Isso só não pode ser o principal objetivo, senão perdemos a essência!

      Excluir
  14. Gostei muito do seu texto e compartilho da sua opinião :)

    ResponderExcluir
  15. Amei tudo o que você disse. Leu meus pensamentos. O que percebo que esta acontecendo na blogosfera agora (e olha que só tenho o blog á 4 meses), é que todo mundo quer chegar lá no "topo" de uma hora pra outra. Voce entra em 20 blogs, 15 falam sobre a mesma coisa. As vezes nem eles mesmos sabem do que estão falando, só querem postar o que vêem os "blogueiros maiores" postando, achando que assim, obterão o mesmo sucesso. Amo ler outros blogs, se pudesse faria isso o dia inteiro, mas sinto falta de blogs com conteúdos mais a cara do blogueiro. Que fale sobre coisas legais, dicas interessantes. Uma pena que esta tudo muito igual. Sem contar que não suporto quem fica implorando seguidores, curtidas e tal. Se a pessoa gosta do seu blog, ótimo, se não gosta não vale a pena seguir somente por seguir. Só acho.

    Me identifiquei muito com você Letícia, beijos ;*
    http://foreverdezoito18.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, as pessoas estão criando blogs para ganhar dinheiro. Isso é uma consequência! O grande objetivo deve ser compartilhar coisas que tem a ver com a blogueira, e não qualquer assunto só pq dá ibope em algum blog famoso!

      Excluir
  16. Nossa Letícia que texto PERFEITO, acabei de descobrir seu blog por causa da Alana do blog se eu fosse Alice e amei seu blog. Acabou de ganhar mais uma leitora, não só por que seu blog tem conteúdo, mas sim por que você é simplismente sincera com as palavras. Não sou blogueira, mas eu estava vendo o mundo de uma forma perfeita de que eu precisava de ser como elas pra ser feliz. E com esse texto vc me ajudou a ver as coisas totalmente diferente. Cansei dessa ostentação toda na blogosfera e por isso prefiro blogs pessoais e com qualidades. Só tenho agradecer a vc por ter criado o blog pra compartilhar com as pessoas o seu dom da escrita. E suas fotos são incrivéis parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por todo esse carinho, Bruna!
      Espero ser sempre eu mesma aqui no blog e criando posts com conteúdo, que sejam úteis pra vida de vcs <3

      Excluir
  17. Oi Sally! Estou aqui sempre e hoje, num grupo de facebook que participo, uma das meninas indicou seu post. (O grupo se chama "quero seguidores de verdade" e se difere totalmente dos grupos de facebook de divulgação do blog). E confesso que ainda não tinha lido esse post seu e fiquei bem contente por ler isso aqui. É exatamente como penso. No meu blog deixo as coisas tão transparentes sobre minha vida e acabo até me preocupando com isso as vezes. Quando comecei ele, por alguns meses (se voltar nas primeiras postagens é possível ver isso) eu queria ser uma blogueira que fica dando dicas das tendências e comentando sobre o que está rolando de bom. Depois de um tempo percebi que não havia sentido nenhum eu ficar querendo me igualar ao 1 bilhão de blogueiras que escrevem sobre isso todos os dias sendo que eu não sou o tipo de pessoa que fica buscando tendências e antenada sobre tudo que está rolando. Pelo contrário, em algumas coisas sou até desligada. E ler esse post me deixou feliz por saber que, por mais que sejamos a minoria, eu não sou a única que acredita numa blogosfera mais verdadeira! <3 Até te convido pra conhecer o projeto "Sigo porque gosto" das meninas desse grupo de fb. Tem bem a ver com essa ideia que você passa no seu texto. ;) (http://sigoporquegosto.tumblr.com/)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que fiquei felizona com seu comentário! E sim, vou conhecer esse projeto agora mesmo!
      <3

      Excluir
  18. Ao meu ver o problema não é você falar de moda, maquiagem, roupas, etc. Mesmo que esse assunto já seja batido na blogosfera, quando é um post honesto sem intuito de promover uma vida perfeita, tem o seu toque especial e se difere dos demais posts sobre o mesmo assunto. Acredito nisso, que quando você faz do seu jeitinho, fica único. Não há problema em ganhar dinheiro com o blog, em falar sobre moda se você gosta, ou maquiagem se você gosta, ou futebol, ou video game, ou o kct que for, mantenha sendo você mesmo e sendo honesto. Afinal, o blog é uma extensão de você. Por exemplo: odeio nail art, por mim uso apenas um esmalte pretinho/vermelho básico e pronto, então qual é o sentido de falar sobre nail art no meu blog? Sei que tem leitoras que gostam mas eu não poderia falar algo que não gosto só por isso, né? Enfim, é isso que eu penso. Adorei o texto e entendo o que quis dizer, mas tem gente que não vai entender, acredite. Eu fico triste ao ver alguém "julgando" uma blogueira que fala de beleza como uma blogueira fútil. Mas porr*! Se é isso que a faz se sentir bem e se é isso que ela sabe falar, qual o problema? Independentemente do assunto, ele tem que ter haver contigo. Se você é um blogueiro famoso ou não, sempre seja você mesmo e cabosse. Enfim (de novo), desculpa, fiquei empolgada. hehe

    www.s-almeida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Segundo post preferido aqui do seu blog, é como e tava falando com o meu noivo outro dia, antigamente as meninas sonhavam em ser somente 3 coisas: atriz, modelo ou cantora, hoje em dia é ser blogueira, confesso que também entrei pra esse mundo por puro modismo, mas com o tempo vi que as coisas não eram bem assim.

    Hoje se um post meu tem xx visualizações eu sei que são pessoas que realmente se interessam pelo o que eu falo, e não pq saio feitou louca por ai comentando em outros blogs pedindo pra ser retribuída, acho valido uma divulgação (ter sangue de publicitaria é dureza) mas ver que uma pessoa veio hoje no meu blog e daqui a duas semanas quando eu postar de novo ela vai voltar isso é incrível, nunca fui de ter muitos amigos na época da escola e ver que hoje em dia algumas, mesmo que poucas tiram 5 minutinhos do seu tempo pra ler o que eu escrevi é simplesmente reconfortante.

    ResponderExcluir
  20. Vou dar a minha opinião pq concordo com você e ao mesmo tempo eu discordo.
    As vezes a gente pensa sim, que a vida de algumas blogueiras deve ser perfeita. Viver viajando, ganhando presentes, rios de dinheiro com publicidade e coisas parecidas. A gente mesmo se ilude com isso, sabe? Não é que elas vendem a vida perfeita. Mas, quem gosta de falar de tragédias em um blog (a não ser que o blog seja sobre esse assunto)?
    É claro que tem uma e outra que sempre se mostra acima. "Porque eu ganho isso, eu faço aquilo, vivo viajando, ganho muitos presentes, blá blá blá". Mas as blogueiras tem coisas boas a oferecer. Muita gente aprende a se sentir confiante, faz alguma coisa que sempre quis fazer e nunca teve coragem antes, se sente influenciada, sabe?
    Eu não sou uma blogueira famosa, o blog não me dá (muita) grana, e a maioria das pessoas que chegou até a mim com um e-mail ou uma mensagem elogiando, foi relacionado a sentimento, falando que eu inspirei, que as minhas palavras ajudaram de alguma forma. Coisas mais profundas, sabe? Mas dia desses, uma leitora veio e me falou "Ana, eu não usava maquiagem. Quando eu era nova, as vezes aparecia de sombra na escola, meus colegas tiravam sarro da minha cara e eu tomei trauma. Hoje, olhando as suas fotos, eu decidi colocar um batom vermelho e sair com as minhas amigas. Tomei coragem e fui, e elas amaram, até me pediram emprestado. Obrigada. O próximo passo é tomar coragem para usar uma tiara de flores".
    BATOM? eu nunca imaginei que o fato d'eu postar fotos de batom ia ajudar alguém, sabe? Eu fiquei muuuito feliz com a mensagem dela, de verdade. Até com coisas "fúteis", a gente ajuda de alguma forma!
    Eu acho que o importante é a gente superar as coisas ruins e olhar para as coisas boas. Eu, como blogueira, quando releio o meu blog e fico pensando: "poxa, olha que legal que aconteceu esse dia/esse ano"... 2013, por exemplo, foi um ano péssimo pra mim. Mas ao reler meus posts no blog, percebi que, apesar de tudo de ruim que aconteceu (e eu não publiquei porque era pessoal demais), existiram momentos ótimos, que o ano não foi só uma desgraça completa!

    Mas concordo quando você diz que falta honestidade. Fazer o que faz porque ama. Não acho um erro dizer que blog é uma profissão, porque é, de fato! Tem gente que vive disso, você não precisa ter um diploma para ter um emprego hoje em dia, em algumas áreas.
    Infelizmente tem blogueiras que aceitam qualquer coisa por dinheiro. Qualquer tipo de publicidade. Por exemplo, alguma empresa chega pra vc, te oferece uma grana mas já te manda o post todo pronto, sem mesmo vc ter tido uma experiência com a empresa ou ela não tendo nada a ver com vc, seu blog ou seu público. Isso que eu acho errado.

    Amo os meus leitores, tenho uma amizade enorme com vários deles, mas confesso que fico sim muito feliz quando os números crescem. Porque é um sinal de que o meu trabalho está sendo reconhecido, que tem mais gente gostando do que eu faço, se identificando comigo.

    Sobre os blogs, odeio blogs forçados. Filtro muito os que acompanho. Mas em geral, blogs me ajudaram muito. Na vida pessoal, na forma de olhar as coisas, na auto-estima, dicas sobre qualquer coisa... mas é uma questão de você saber no que/em quem confiar.

    Enfim, esse é o meu ponto de vista, sou péssima para explicar coisas e talvez eu tenha me perdido na explicação mas espero que vc entenda hehehe.

    Resumão: Não acho que é um maravilhoso mundo de mentiras. É um mundo muito gostoso mas que, infelizmente tem pessoas que mentem e fazem porque dá/pode dar dinheiro e não se importam com os leitores ou consigo mesmo de verdade, assim como no mundo real.

    Bjs vk

    ResponderExcluir
  21. SÓ MAIS UMA COISA (como se meu comentário não tivesse sido grande o bastante)!

    Eu não disse que você falou mal de quem fala mal de coisas fúteis, tá? Porque você NÃO FEZ ISSO! (LEITORES ELA NÃO FEZ ISSO!!!).
    O que eu quis dizer é que muita gente ACHA que blogueiras que falam de coisas fúteis são completamente fúteis e essas blogueiras acabam sofrendo um tipo de preconceito. Mas na verdade, elas não estão fazendo nada de errado, apenas tentando ajudar as leitoras, com novidades, dicas, etc.

    Eu discordo de você apenas no ponto de que a "blogosfera é um maravilhoso mundo de mentiras". Na minha opinião, vc se expressou mal só nesse ponto. Você meio que generalizou sem querer generalizar, entende?

    E o resto foi só a minha opinião!

    TE AMO VK adeus agora acho que falei tudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra resumir meu comentário, tenho que concordar com a vk da Ana.

      Excluir
    2. Na minha opinião virou bagunça sim e eu vejo poucas verdades na blogosfera. Eu tenho uma lista de blogs que faço questão de acompanhar porque sinto que tudo lá é feito com carinho, isso inclui o seu blog, o da Alana e de um monte de gente que eu admiro muito também!
      Generalizei sim, mas porque isso virou algo geral mesmo!
      Vou repetir o que disse para a Camila: Esse assunto só é polemico pq é difícil ser a gente mesmo, quando a gente pode mostrar que é mais, que tem mais, etc.

      De resto é isso aí mesmo que vc falou!

      Excluir
  22. Sally, você disse tudo! Eu comecei na "blogosfera" a pouco tempo e já percebo isso de forma gritante. Parece que estão todos desesperados por parcerias, esses dias alguém me pediu parceria, eu disse que não trabalhava com produtos e a pessoa teve coragem de me dizer "então compra e me manda" eu fiquei em choque! Fiquei constrangia, e com muita vergonha alheia. Acho super ok ter parcerias, afinal, da trabalho ter um blog e deve ser muito legal ganhar um dimdim com algo que é tão prazeroso fazer, mas isso deveria vir de forma natural.
    Outra coisa que me deixa bastante aflita é a questão do "morar sozinha" a maioria das blogueiras vendem isso como sendo somente ter um apartamento lindo, comprar móveis e enfeites fofos, quando na verdade é bem mais difícil que isso, principalmente, justamente, pela parte da grana, que em uma vida normal morar sozinha significa economizar e muito. Pelo menos pra mim é assim. Quando vejo esse tipo de postagens, sobre "comprinhas pra casa" ou alguma assim, penso: será que só minha vida de morar sozinha é difícil? Hahaha.
    Muito bom encontrar pessoas "normais" como eu no mundo blogueiro. :)

    Beijos, Sally! Ah, eu amo seu cantinho. <3

    PS. Tem um post também abordando este assunto lá no Trechy Teen que é bem legal: http://www.trechyteen.com/2014/01/a-blogueira-que-nao-era-top.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mih!
      Verdade, morar sozinha é difícil pra caramba!!! Muitas vezes (por mês) eu penso em voltar pro colinho meus pais, mas a vida real é assim mesmo!

      Em relação às outras blogueiras, eu não quis apontar nenhuma, até porque não é do meu feitio fazer isso, mas esses dias eu vi um vídeo da Lia, do Just Lia, que me aliviou! Era um tour pelo apartamento dela e era um apartamento como o meu, como o seu, com louça na pia pra lavar, baguncinha na gaveta, móveis reais e não "tirados do pinterest" haha e eu amei ver isso. Ela foi questionada sobre isso e falou: "eu não preciso maquiar a minha vida para ela parecer mais bonita".
      Achei lindo isso!

      Excluir
  23. Li tudo e concordo com tudo. Quem nunca pensou assim? Que blogueira nunca pensou assim? Eu já, e sofri demais por tentar agradar sendo uma coisa que não sou - Esse post era o que eu precisava ler porque estava meio desanimada com o meu blog justamente por isso: Por não ser igual. Obrigada por escrever, obrigada por ter um blog, obrigada por me ajudar: http://ddreamsoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Li tudo e concordo com tudo. Quem nunca pensou assim? Que blogueira nunca pensou assim? Eu já, e sofri demais por tentar agradar sendo uma coisa que não sou - Esse post era o que eu precisava ler porque estava meio desanimada com o meu blog justamente por isso: Por não ser igual. Obrigada por escrever, obrigada por ter um blog, obrigada por me ajudar: http://ddreamsoficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir