Sem início, sem final.


Está tão tarde, me pego tapando os meus ouvidos em plena madrugada silenciosa. Os maiores ruídos, porém, estão dentro de mim.
Ouço minha própria voz. Estou aos gritos, repreendendo a mim mesma ao mesmo tempo que chamo por você. Ninguém mais escuta. Nem você. Apenas eu.
As horas passam, as vozes ficam cada vez mais fortes, mais desesperadas e eu não consigo mais. Eu não aguento mais tanto eu disputando tanto espaço dentro de mim.
Eu quero o silêncio agora.
Vou deixar apenas a voz que te chama continuar gritando por você.
Então vem, que eu vou e a gente se encontra no caminho.
Quem sabe seja você o meu silêncio.
Quem sabe finalmente alguém me deixe sem palavras e silencie ao mesmo tempo qualquer voz de dúvida que me atormente em madrugadas como esta?
Quem sabe?

5 comentários

  1. Eu amo as sua palavras, são tão profundas!
    Poderia fazer uma série, postando capítulos semanalmente aqui, eu iria amar! <3

    ResponderExcluir
  2. "Insonia para sonhar é bom..." esse trecho é de uma musica aqui pelas bandas do sul e a madrugada serve para pensar tbm. Enfim, texto lindo!

    ResponderExcluir
  3. Como era de se esperar, lindo texto *-*

    Beijos mil ♥

    ResponderExcluir
  4. escreves muito bem! Texto lindo ♥ Blog lindo ♥

    ResponderExcluir