Vinte e uns... Dois mil e treze...


Quando crianças queremos crescer rápido e conquistar nossa independência muito depressa.
Isso é normal do ser humano, sempre esperamos que o amanhã seja melhor que hoje.
O problema é a grande expectativa que colocamos na fase adulta enquanto somos adolescentes.
Já faz algum tempo que eu ando pensando muito em como está sendo essa minha nova fase morando "sozinha", à 1.000km de distância dos meus pais e tendo que me virar em um mundo que não pede licença para passar e que pode acabar me atropelando a qualquer momento.

Crescer, amadurecer, morar sozinho e ser totalmente independente não são assuntos fáceis de lidar. Muitas coisas estão mudando dentro da gente nessa época.
Alguns sentimentos, antes priorizados, começaram a se perder em meio às verdadeiras necessidades e de nada adianta ter o meu carro, meu dinheiro e não ter hora pra voltar pra casa no fim de semana, porque antes de pensar nisso eu penso nas roupas pra lavar e na casa pra limpar. Penso nos clientes que vou fotografar no dia seguinte e nas contas que tenho que pagar todo mês.
Isso se chama responsabilidade. Mas ela vem num pacotinho, junto com a diversão, a independência e a maturidade.

Existem sempre dois lados da moeda, os prós e os contras. Nada é 100% bom, nem 100% ruim. A vida é um equilíbrio e quem coloca as coisas na balança somos nós mesmos.
Espero que, daqui pra frente, eu aprenda a controlá-la melhor. Que, nesse intervalo entre os 21 e os 22 anos eu cresça muito mais do que cresci nessas duas décadas. Que 2013 me traga desafios maiores e, consequentemente, vitórias maiores.
E eu desejo tudo isso à vocês também.
Hoje é um bom dia para começar a fazer tudo diferente, para ser diferente e fazer a diferença.

Feliz Ano Novo! 2013 é muito bem vindo!

Achei que a sessão de fotos que fiz da Ana Liz tem tudo a ver com esse post :)

3 comentários

  1. Responabilidade, acho que é isso que peço pra 2013, apesar da minha idade ainda ser pouca, caminhando pros 16. Feliz ano novo, feliz 2013. Seguindo.

    ResponderExcluir
  2. Eu tou precisando de um pouco mais de responsabilidade. Mesmo morando com os meus pais eu sinto o peso disso, e cada ano que passa isso vai aumentando. Que o próximo ano também seja cheio de conquistas pra você! E que criança mais linda *__*

    ResponderExcluir