Deixe sua mensagem após o sinal



Oi. Sou eu.
Te liguei porque existem algumas coisas que eu quero te dizer há muito tempo. Já me desculpo pela covardia de não te falar isso olhando nos olhos. Me desculpo mais ainda por nunca ter olhado realmente no fundo dos seus olhos. Talvez, se eu tivesse o feito não precisaria deixar essa mensagem na sua secretária eletrônica.

Você me conhece bem e já deve estar acostumado com meu comportamento independente, mas essa não sou eu de verdade. Não mais.
Eu nunca te tratei como você merecia e essa frieza da minha parte nunca foi pra te magoar. Na verdade eu não sei porque meu corpo nunca conseguiu obedecer meu coração.
Naquele dia em que você me abraçou, eu não quis te afastar. Quando você me expôs tudo que sentia, eu não queria ficar em silêncio. Sempre que segurava minha mão, eu queria muito entrelaçar nossos dedos, mas nunca o fiz. Na verdade eu queria muito entrelaçar nossas vidas, mas nunca me permiti...

Eu quero que você saiba quem eu me tornei, quem eu realmente sou agora.
Eu sou apenas uma mulher que já se machucou muito. Algumas feridas já não doem mais, mas as cicatrizes ficam, por mais que eu as tenha tratado.
Eu sou aquela que quis te dizer as coisas mais absurdas (e fantásticas) que já senti em relação a você, aquela que sabe que você sempre usa um tom de voz diferente pra falar comigo. E só comigo.
Sou aquela que se esquece onde está quando você segura minha mão, que sente seu cheiro por horas depois que você sai. Também sou aquela que morre de ciúmes quando você não me dá 100% da sua atenção. Eu nunca demonstro, mas morro. Confesso que as vezes finjo estar com raiva só pra você me perguntar o que aconteceu e me dar mais 50% da sua atenção, e quer saber? Não é nada fácil confessar tudo isso pra você. Não é nada fácil eu me demonstrar tão frágil assim. Mas eu me tornei tudo isso. E me tornei depois de você.

Então, me perdoa. Eu ainda estou me acostumando com a ideia de fazer você me conhecer por inteira.
E por favor, me diz que não estou muito atrasada. Na última semana achei que iria te perder de vez e todas as vezes que eu pensava na possibilidade, eu mal conseguia respirar.
Essa mensagem é só meu ponto de partida, meu pedido sincero de "entrelaça teus dedos nos meus, entrelaça tua vida na minha?".
Mas, por favor, me diga que não estou muito atrasada.


9 comentários

  1. amei...isso ai!!! bjo

    giihflore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Você escreve muito bem, Lê *.*

    Adorei ♥

    ResponderExcluir
  3. Nossa que lindo *-* Antes eu era assim, uma pessoa fria... mas as coisas mudam ;)

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. ah que lindo, tão romantico e delicado (:
    você escreve muito bem flor.
    beijão
    croquidemoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que sou um pouco assim, sabe? não que eu seja fria... mas as vezes sinto algo e não quero demonstrar. Ciúmes, raiva... mas com medo de ser coisa da minha cabeça. Eu não sou uma pessoa ciumenta. Mas sempre rola uma insegurança, sabe? tento não demonstrar. Mas tem aquelas pessoas que pensam que é porque eu não gosto... mas é medo de parecer exagerada. Não sei... haha
    Me vi muito no seu conto. E adorei o jeito que escreve!!

    ResponderExcluir
  6. Muito legal esse texto.
    Acho que todas as mulheres são um pouco assim.

    http://4demarco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Lindooo,você tem muito talento!!

    Beijos
    29th June
    www.on29thjune.blogspot.com

    ResponderExcluir