Sobre quartos e metades

Andei pensando em arrumar meu quarto.
Mas dessa vez eu queria arrumar de verdade, não apenas jogar as roupas de qualquer jeito dentro do roupeiro ou enfiar os sapatos debaixo da cama, fazendo tudo pela metade.
Na verdade eu ando cansada de tudo que é metade.

Andei pensando que arrumar meu quarto irá arrumar minha vida.
Dessa vez quem sabe eu compre um roupeiro maior e uma cama maior.
Quem sabe assim caiba mais alguém lá para me livrar de ser metade?

Na verdade andei pensando em arrumar minha vida.
Comecei jogando todas as roupas sociais num saco preto para doar na igreja do lado da minha casa.
Depois eu tirei a escrivaninha do quarto, coloquei o frigobar vermelho da Brastemp no lugar e o enchi de refrigerante e sorvete.
Troquei a mobília. Tudo branco dessa vez. E tudo grande demais.
Tirei os sapatos debaixo da cama e aproveitei pra doar os saltos também.

Ando arrumando minha vida e agora sou uma metade que usa roupas mais largadas e sapatilhas baixas.
Sou uma metade que vê seus filmes preferidos sem hora para se prender.
Na verdade sou uma metade que está completa, não inteira, mas completa.

Dessa vez estou indo bem com a arrumação.
Meu quarto mudou, nem parece o mesmo.
Eu mudei, nem pareço a mesma.
Quem sabe agora caiba mais alguém aqui dentro de mim mesma pra me livrar de ser metade?

Um comentário

  1. Nada como uma boa faxina na vida para recomeçar uma nova história...
    Adorei o seu post!

    ResponderExcluir