20%

Ela o fitava como se o sorriso dele fosse a unica coisa que importava.
Existia tanta coisa a se dizer, mas ela não ousaria...

Aquele era um momento bom, diferente de 80% do tempo. 80% do que ela havia vivido até aquele instante.Era o único momento em que ela conseguia ser ela mesma.Complicado, mas realidade: dois seres extremamente diferentes habitavam aquele corpo e aquela mente.Uma é aquela que age por impulso, que pula e grita quando dá vontade, que não se preocupa com o que pensam sobre ela.Outra é a prisioneira de seu próprio psicológico. Dos seus medos. Da sua insegurança.Uma corre atrás.A outra foge.Uma está a procura da felicidade.A outra não tem forças pra continuar.Enfim...Essas duas personalidades se fundiam numa só quando estava com Ele. Talvez ela só era ela de verdade quando ele estava por perto.

"O que foi?" disse Ele entre um sorriso torto.
"Nada, só estou te olhando, te admirando e te amando em silêncio."

Nenhum comentário