Tecnologia do Blogger.

Featured Slider

Uma viagem ao passado do blog + Novo layout!


Sim!!! Estamos de cara nova!
Já fazia um tempo que aquele layout não representava mais o meu momento (tenho dessas) e finalmente tomei coragem de trocar. Isso porque o processo é muito longo de procura, compra, mudanças, criação de nova identidade visual e instalação. Dá muito trabalho e eu sempre fiz isso sozinha. Então imaginem que sim, eu preciso tomar coragem! HAHA!

Esse novo layout é super clean, mas não deixa de ter a minha cara. Coisinhas amarelas e girassóis no rodapé logo anunciam: "Oi, você está no blog da Sally!", não é mesmo?

Meu sonho era ter um slider enorme no topo do blog e consegui realizar! Olha o tamanho desse slider, gente! Tô apaixonada!
Outra coisa que queria muito também, era colocar o botão de voltar ao topo quando a gente está rolando a página. Facilita muito a vida do leitor!

A navegação está melhor e isso foi o que mais priorizei. Esse layout funciona perfeitamente em todos os dispositivos. O menu principal fica o tempo todo na tela, temos dois campos de pesquisa, a barra lateral está mais limpa e no final do post tem outras postagens relacionadas ao tema! Eu amei tudo! O que vocês acharam?

Para anunciar o novo layout, eu quis voltar um pouco no tempo para relembrar todos os layouts do blog. Vamos ver há quanto tempo vocês me acompanham? Me contem nos comentários em qual layout vocês conheceram o blog:

2013



Esse layout foi instalado em 2013, mas o site waybackmachine.org só conseguiu me dar um screenshot de janeiro de 2014. Quem lembra desse? Era verdinho pois o meu quarto na casa da minha avó era dessa cor! Eu amava!
A ilustração do topo foi feita por um amigo, o Abraão!

2014


Esse layout foi praticamente todo feito por mim. Eu peguei uma base pronta e modifiquei tudo. Estava numa fase mais obscura, não estava muito bem e encomendei uma ilustração que mostrasse isso. Foi um colega meu da TV que fez e eu amei! Sempre gosto de colocar o meu momento no layout do blog, afinal, ele é um cantinho pessoal que compartilho com vocês!

2015


E essa foi a carinha que vocês viram até hoje de manhã, quando eu tirei ele do ar para instalar o atual. A ilustração foi feita por mim (sim! Acreditem ou não! HAHA!) e o layout foi comprado, assim como esse.
Gostei muito dele, mas ele não funcionava perfeitamente em dispositivos móveis, mesmo sendo responsivo. Ficava bem feio e isso me incomodava muito!
Mas agora isso está resolvido! 

Voltando ao tempo atual, sejam bem vindos ao novo cantinho! Estou super empolgada para encher o blog de posts novos e incríveis para vocês!

Um super beijo e até a próxima! Tchau, tchau!

Produtos favoritos de Abril/2016


Oi, pessoal! Tudo bem?
Vim compartilhar com vocês os produtos de beleza que mais gostei nesses últimos dias e que já viraram favoritos! Alguns estão até no finalzinho já! Haha!
Muitos deles eu recebi das marcas, mas outros eu comprei mesmo, então esse é um post bem sincero e vida real, sem babação de ovo em nada que eu não esteja realmente usando e gostando muito.

O dia em que me esqueci do aniversário dele


Quem iria imaginar?
Não aconteceu quando estávamos perto.
Não foi naquele show em que fomos e você encostou a cabeça no meu ombro.
Não era pra ser ainda quando vimos aquele filme sentados um ao lado do outro. Eu estava tão assustada e arrependida de ter escolhido um filme de terror, que só pensava em te abraçar. Mas não era nossa hora.

Ainda não foi daquela vez em que conversamos por muito tempo ao telefone. Nem quando tentamos marcar de sair e não deu certo.
Não era pra ser no dia em que fomos padrinho e madrinha de grandes amigos. Nem no final do casamento, quando você segurou a minha mão me pedindo para não ir embora da cidade.
Mas eu fui.
Mais de mil quilômetros de distância e aí sim, aconteceu.
Dois anos depois.

Quem iria imaginar?
Grandes histórias de amor não parecem começar assim, mas nós somos a excessão.
Chegou a nossa vez, logo quando eu imaginei ter te perdido pra sempre. Quando eu me dei conta, dois dias depois, que tinha me esquecido de comemorar o dia em que você veio ao mundo.
Foi quando eu não tinha mais esperanças, quando eu havia cansado de te procurar em outras pessoas. 

Eu achava que tinham arrancado o melhor de mim. Que não me restavam mais forças para amar alguém. Mas percebi que o meu melhor ainda estava aqui, porque eu não havia dado isso a ninguém antes.
Agora eu sei. Só você poderia me ter por completa. Só você conseguiria ver, sentir e viver esse amor que nascera comigo e que nunca fora compartilhado por completo.
Eu me guardei para você. Eu esperei por você mesmo antes de te conhecer.
Eu me lembro apenas de pedir à Deus que te cuidasse e te guardasse pra mim também.
E assim foi.

Três anos depois e eu ainda sinto aquele monte de borboletas voando no meu estômago quando você segura a minha mão.
Quem iria imaginar?

♥ 19.04.13 

Desconstruindo o conceito da "Casa dos Sonhos"


Casar é caro. Comprar uma casa, então, nem se fala!
Móveis, carro, rancho do mês, despesas com o cachorro... filhos!
É muita coisa, muito dinheiro.

São poucas pessoas que conseguem se casar com uma casa própria. Graças à Deus nós conseguimos, mas sabemos que não é assim para tudo mundo. Para quase ninguém, na verdade.
Também não são todos que compram uma casa e conseguem mobiliar tudo antes de casar.
Reformar? Só se o dinheiro estiver sobrando mesmo. Não sei por aí, mas por aqui a crise já chegou.

A questão é que nós vemos tanta gente comprando casa, reformando e decorando tão rápido, que ficamos desesperados e desanimados com a nossa situação (e olha que consegui comprar minha casa novinha, imagina quem nem isso conseguiu!).
Me pego pensando nessa questão e fico super chateada. Muita gente fica. Mas hoje eu vim para desconstruir uma ideia errada que tem sido colocada nas nossas cabeças todos os dias.

Não existe padrão para a "Casa dos Sonhos". Na verdade, a tradução desse termo parece estar mais para "casa-de-alto-padrão-que-eu-nunca-vou-conseguir-ter".
Mas sabe de uma coisa? A minha casa de menos de R$200.000 é a minha casa dos sonhos no momento. É o que eu tenho!
Ela é meu teto, meu abrigo, meu lar onde tenho privacidade, um marido maravilhoso e um cachorro fofíssimo que a dividem comigo.
Não importa se ela não tem porcelanato no chão, se eu não consegui mobiliar nem um cômodo por completo ainda e nem o fato de não poder fazer os armários planejados no estilo nórdico, com luminárias em cobre e revestimentos de parede "da moda".

Eu tenho 24 anos e, volta e meia, me pego numa cobrança horrível de ter que reformar, de ter que isso, de ter que aquilo...
É claro que eu gostaria de reformar e mobiliar tudo do jeito que sempre quis, agora, nesse momento, se possível. Mas vamos colocar uma coisa nas nossas cabecinhas: cada coisa tem o seu tempo, cada um tem necessidades e economias diferentes. Alguns farão agora, outros farão depois.
Não vamos deixar que a "moda" nos entristeça. Não vamos tirar o foco das nossas prioridades porque nossa casa não está do jeito que todas as outras que vemos na internet estão. A vida real não funciona assim.

Vamos nos inspirar sim. Vamos fazer painéis no Pinterest sim. Mas que façamos isso de forma consciente e sem ansiedade nem cobranças sem sentido.

Enquanto isso, vou tentando me policiar em relação aos meus pensamentos e emoções sobre esse assunto e fazendo tudo o que posso, com o dinheiro que posso, quando eu posso.
Pallets tem nos salvado e nos ajudado a juntar dinheiro para outras prioridades que temos no momento. No final das contas, os móveis temporários vão fazer parte da nossa decoração final.
Mesmo quando mobiliarmos a casa inteira, serão esses, os móveis feitos pelas nossas próprias mãos, debaixo de sol quente e depois de muita dor nas costas, que serão as atrações principais da decoração.

Uma casa tem que dizer sobre quem mora lá dentro e sobre o momento em que se passa a vida dessa(s) pessoa(s).

A nossa casinha diz que eu amo meu lar e que cuido de cada cantinho com muito carinho e dedicação. Diz que tenho um marido maravilhoso, que não mede esforços para me ver feliz e que ficou semanas igual um camarão, de tanto sol que tomou fazendo a bancada da minha cozinha.

A nossa casinha diz pra vocês que o simples pode ser lindo, que tem coisas que o dinheiro não pode comprar e que, no final das contas, a "casa dos sonhos" é onde você coloca seu coração para descansar dentro.

Look divertido: Passeando pela Av. Paulista de short e bota


Oi, pessoal!
Esses estão sendo dias maravilhosos pra mim pois estou em São Paulo à trabalho e aoroveitei para ficar dois dias com uma das minhas melhores amigas que vocês já conhecem bem, a Ana Arantes do blog Bolas de Meia!


A Marieli do blog Compra-se um Fusca também veio à trabalho e ficamos juntas nesses dias, passeando e criando conteúdos legais para vocês!
Ontem foi dia de andar pela Paulista e fotografar. Todas as fotos ficaram maravilhosas, me soltei muito dessa vez para fotografar em público e a Aninha arrasou com a câmera na mão, como sempre!


Nesse ano eu decidi ser mais ousada nos looks, lembram? Estou amando isso! São tantas possibilidades e a gente tende a se vestir sempre daquele mesmo jeito, combinar aquela blusa com a mesma calça jeans de sempre, e não precisa ser assim!

Decidi meu look pelo penteado que a Marieli fez em mim, uma boxer braid linda que me deixou com uma cara bem mais divertida e street. Peguei logo a regata mais cavada que tinha e combinei com um short e uma bota. Gostei tanto que passei o dia assim!








Também aproveitamos para comer muuuuuito (claro que só fotografamos a casquinha de sorvete para não espantar vocês haha!)





E aí, gostaram?
Vamos aos créditos do look:

Regata Free: Valentinni Gyn
Short franjas: Forever 21
Bota: Youcom 

Um super beijo e até a próxima!