domingo, 14 de fevereiro de 2016

Não estou sabendo lidar com o filme "O doador de Memórias"


Acabei de assistir a um filme e não consigo dormir (são exatamente 00h51).
Nem foi um super filme, daqueles que ganham todos os Oscars e que tenha batido records de audiência nas salas de cinema do mundo.
Não.
Tecnicamente é só um filme normal como todos os outros. Talvez menos até. A pessoa com quem assisti disse enquanto os créditos passavam: "Não gostei do filme".

Entendo quem sinta falta de mais ação, de mais romance, de mais emoção. Mas quem já assistiu "Amour" vai me entender.

Antes de começar a escrever, procurei informações sobre o filme e acabei encontrando uma crítica muito boa que dizia:
"Ele (o filme) é monótono demais para os padrões hollywoodianos, mas adolescente demais para o cinema de arte." Crítica de Bruno Carmelo

Mas vamos lá. Essa é uma adaptação literária e agora eu preciso ler o livro, pois sinto que vou saber lidar menos ainda e, se você ainda não entendeu, essa é a minha forma de dizer que achei algo incrível!

A história é basicamente essa: uma comunidade "evoluída", que não tem emoções, não tem memórias, não tem conhecimento de nada além do que os "Anciãos" querem que eles saibam. O mais engraçado é que nem os tais Anciãos sabem que existe mais do que aquela caixinha em que vivem. Achou isso um pouco familiar? Espera só pra saber o resto da história.

Existe uma pessoa, entre milhares, que sabe, que sente, que pensa, que lembra. Apenas uma. E um jovem é apontado como o sucessor dele e é encaminhado para ter aulas e receber essas memórias. O que ele não sabe é que não vai apenas saber das memórias, mas vai tê-las e senti-las como se fossem suas próprias memórias. Aí, meu amigo, já era!

Me lembrei na hora do filme "Asas do Desejo" (clique para entender! Se você não sabe do que estou falando, esse foi um filme de 1988 que inspirou "Cidade dos Anjos"). E não lembrei apenas pelas partes preto&branco de ambos os filmes, mas pela maravilha que revelam sobre "ser humano".

O tempo todo nós sentimos, pensamos, vemos, ouvimos, cantamos, dançamos, rimos, choramos e nem sequer imaginamos como seria se as coisas fossem mais simples e "seguras" para nós enquanto sociedade.

Não quero escrever algo muito "viajado" aqui, já que o sentido de eu estar escrevendo isso é o de compartilhar uma leve mudança de visão de vida com vocês.
O que eu quero dizer é que somos seres abençoados, ricos em complexidade e capacidade. Só que nunca pensamos nisso. Na verdade, emburrecemos cada vez mais quando não pensamos nisso.

Nós somos universos particulares e singulares, que juntos podem ser melhores ou piores. Mas vejam só qual opção escolhemos sempre...

Queria dizer mais. Tenho tanto a dizer! Mas não posso dar spoiler, então vou parando por aqui. Espero que assistam, mas assistam com calma, com alma.
Depois me contem.
Um beijo!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Como editar fotos e organizar seu Instagram com o VSCOCam


Sim! Surgiu uma moda fortíssima de "organização" do Instagram, de padronização das fotos e da edição. Perceberam?
Bom, existem muitos fatores prováveis que levantaram essa questão. O primeiro é o surgimento do Snapchat, que veio para "permitir" fotos menos pensadas, sem edição e vídeos "vida real", sem maquiagem, mostrando a bagunça, etc. Toda a "sujeira" que antes estava no Instagram, agora está no Snapchat.
Outro fator é a evolução das câmeras dos próprios smartphones e da facilidade de se adquirir um (ou até mesmo uma câmera semi profissional que tenha wifi e transfira os arquivos em tempo real para o celular).

Porque acredito nisso? É só olhar os feeds gringos. Eles já tinham feeds maravilhosos bem antes de nós começarmos a ligar para isso.
Mas quer saber? Estou amando essa onda (fotógrafos querem ver fotos bonitas no feed haha) e decidi dar quatro opções de feed para vocês que querem ter um padrão! O último foi o mais pedido!
Ps: se algum filtro que eu citar não estiver no seu pacote de filtros padrão, é porque ele é pago, mas fiz metade das dicas com filtros gratuitos!

Feed clean (branquinho):


Esse é o tipo mais comum de feed "organizado". Fotos claras e bem limpas! Para conseguir esse efeito eu usei:

Filtro: M3 +12
Exposição: +4
Salvar Realces: +8
Matiz: +2

Feed de cores pastéis:



Essas cores voltaram à tona com a escolha Pantone de cores para 2016: a Rose Quartz e a Serenity.
Para um feed assim você pode usar as seguintes configurações no Vsco:

Filtro: C1 +12
Exposição: +5
Contraste: -2
Sombras: +7
Matiz: +2
Esmaecimento: +7

Feed contrastado (acho muito gringo!)


Esse é o meu favorito! Usei muito por um tempo e pretendo voltar em breve!

Filtro: Q5 +12
Nitidez: +5
Granulação: +4

Efeito Taciele Alcolea


Em todas as fotos da Taci tem alguém perguntando o app e o filtro que o Fernando usa para editar as fotos dela! Pode conferir!
Esses dias descobri sem querer, fuçando outros filtros que não tenho costume de usar. Ela usa um filtro pago, mas vale a pena comprar esse pacote, pois os filtros são maravilhosos! O segredo:

Filtro: C7 +9
Exposição: +1
Contraste: +1
Salvar sombras: +3
Matiz: +3
Matiz de Realces em Magenta: +7
Para ajudar mais ainda, gravei um vídeo com muitas dicas e mostrando como eu fotografo e edito as fotos para o meu feed!


É isso, gente! Espero ter ajudado!
Algumas dessas fotos vocês já viram no meu Instagram, outras eu fiz especialmente para esse post!
Um super beijo e até a próxima!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Nossa vida com Olly: Adoção é tudo de bom


O título foi inspirado por vários comentários no vídeo onde anunciamos a adoção do Oliver (Olly). Foi lindo ver como as pessoas que me acompanham pensam como a gente nessa questão. Fiquei muito emocionada.

Mas vamos pelo começo.
Olly é vira lata, uma mistura de Poodle Gigante com algo que não sabemos. Foi atropelado. Machucou seriamente a pata esquerda traseira. Felizmente foi resgatado pela Marcela, que cuidou tão bem dele e teve a ajuda do Grupo Miau Auau para encontrar papais para ele.
Confesso que foi amor à primeira vista. Vi a foto, já entrei em contato falando "eu quero o Olly!", preenchemos uma ficha bem detalhada e esperamos.

Quando a resposta veio, foi positiva e já nos enchemos de alegria e expectativa para a chegada dele. Mas não seria algo imediato: ele precisava fazer uma cirurgia na pata.
Cirurgia feita, se passaram alguns dias e Olly finalmente chegou. Me segurei para não chorar quando o vi pela primeira vez. Ele era mais bonito do que eu imaginava. Enorme, peludo e olhos doces. De se apaixonar na hora!

Já estamos com ele há 2 dias. Ele chora se fica sozinho, não late muito e é muito bonzinho (adorou meus primos mais novos). Todos os dias trocamos os curativos da pata (ontem não tive coragem de olhar, mas hoje eu vi o pino na patinha e chorei).
Ele adora ficar lá fora, rolou na terra a manhã inteira (tivemos que dar banho depois disso, mas protegemos a patinha). No final deu tudo certo, todos estamos nos adaptando e tem sido só amor!
Ele é como um bebê, que precisa de muitos cuidados e atenção redobrada, mas creio que daqui pra frente será cada vez mais fácil e tranquilo!

Estamos muito felizes com nosso filhinho e queremos compartilhar nossa vida com Olly nessa nova categoria (uma das mais fofas ever!) e deixar vocês morrendo de amores por essa criatura especial!

Adote, o amor não se compra e não se vende! Nós também fomos adotados por Cristo e hoje somos chamados filhos Dele através da Graça!


Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença.
Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade,
para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado.
Efésios 1:4-6

E para conhecer um pouco mais do nosso bebê, assista ao vídeo onde a grande estrela é apenas ele! HAHA!


Ah, e aproveitem para se inscrever no Canal! Já somos quase 10mil inscritos e todos eles assistem meus vídeos antes de eu compartilhar nas outras redes sociais!



Um super beijo e até a próxima!